Domingo, 23 Mai 2021 05:00

Beco do Candeeiro se ilumina com arte e cultura cuiabana

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
Beco do Candeeiro se ilumina com arte e cultura cuiabana Foto: Davi Valle

Espaço ganha encenação fixa de acendimento de luzes.

A Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, apresenta a encenação Luz Candeeiro, executada pelo grupo de siriri Flor do Campo, grupo Camerata e narração de Edmilson Maciel, que acontece como programação fixa no local, todas às quintas-feiras, às 19h, com entrada franca e limitada a 70 pessoas, respeitando as medidas de biossegurança em decorrência da pandemia da COVID-19.

"Valorizar a cultura cuiabana é resgatar a autoestima da nossa gente e com isso dar mais qualidade de vida para as pessoas. Nossa gestão trabalha cada vez mais para restaurar o Centro Histórico, preservar nossas tradições, porque isso é a essência de ser cuiabano e move a cidade para um futuro cheio de realizações", disse o prefeito Emanuel Pinheiro.

As apresentações acontecem respeitando as medidas de biossegurança, como limite de entrada em 70 pessoas, distanciamento mínimo de 1,5 metros, uso obrigatório de máscara, medição de temperatura e disponibilização de álcool 70%. 

"Por determinação do prefeito estamos montando uma programação fixa para o beco, vamos ocupar esse espaço com cultura, arte, com valorização dos nossos artistas, gerando emprego, renda e alegria", disse a secretária de Cultura, Esporte e Lazer, Carlina Rabello Leite Jacob. 

Edmilson Maciel adentra o beco narrando a história do local ladeado por dançarinos cobertos por capas e com tochas em suas mãos. Na sequência, os candeeiros se acendem, as capas são retiradas e o que se vê é a alegria das roupas coloridas do siriri. 

Ao som de "São Benedito padroeiro, santo negro, fica de frente para o Beco do Candeeiro", bailarinos dançam com os pés em choque contra as pedras calçadas da rua mais antiga de Cuiabá. Com os olhos atentos, a pedagoga Edinéia Fátima Silva Costa, de 49 anos, registra o momento para mostrar a mãe.

"Meu avô era cururueiro, estou gravando para mostrar a minha mãe que vai ficar muito emocionada de ver isso. Está tudo muito lindo, maravilhoso, eu não vim na inauguração, mas vivenciar essa transformação é emocionante. É um lugar que passei com minha mãe quando era criança, eu andava aqui de mãos dadas com ela quando moravam famílias. Depois disso a gente tinha medo. E agora olha que maravilha. Esse movimento de trazer o artesanato, a arte, fazer disso ocupado, com amor e calor humano é maravilhoso", disse Edinéia. 

O Beco do Candeeiro foi entregue totalmente restaurado no dia 14 de maio de 2021 pelo prefeito Emanuel Pinheiro. A obra contou com apoio das Secretarias de Ordem Pública, Assistência Social e também do Instituto Patrimônio Histórico Artístico Nacional (IPHAN). O valor  investido de R$ 247 mil é fruto de um Termo de Ajuste de Compromisso (TAC) e faz parte do calendário de entregas em comemoração ao aniversário de 302 anos de Cuiabá, um resgate histórico da arquitetura local.

 

 

Ler 25 vezes