Quinta, 27 Mai 2021 05:00

Botelho defende criação de Secretaria da Juventude em Mato Grosso

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
Botelho defende criação de Secretaria da Juventude em Mato Grosso Foto: Mauricio Barbant / ALMT

Pedido atende aos anseios de jovens militantes na política.

Mato Grosso deverá instituir a Secretaria Estadual da Juventude - Sejuv. A indicação foi feita pelo primeiro-secretário da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), deputado Eduardo Botelho (DEM), no último dia 26, após reunião com a militância jovem no auditório Milton Figueiredo da ALMT.

De acordo com Gabriel Guilherme, um dos idealizadores, a iniciativa é essencial para estimular jovens a buscar novos desafios e ingressar na política, bem como para desenvolver projetos voltados à categoria. Explicou que recorreram a Botelho diante do trabalho realizado, a exemplo, dos programas Por Dentro da Capital, Instituto Memória nas escolas e Educação Legislativa em Movimento.  

“Escolhemos Botelho por ser um deputado que tem essa proximidade com a juventude. Enquanto foi presidente do Parlamento, idealizou junto à Assembleia Itinerante uma roupagem de formação, de preparo desses jovens para o mercado de trabalho. Então, nada mais importante do que um parlamentar que pensa nos jovens para articular, junto ao governador Mauro Mendes, a pauta de criação dessa secretaria”, disse Gabriel.

Na indicação, Botelho destaca a luta em defesa da juventude mato-grossense. “Esta Secretaria poderá atender os jovens quanto à formação, capacitação, além de ações voltadas à área social, esporte, lazer, saúde preventiva, educação e cultura, de forma igualitária, oportunizando para que os jovens possam ser reconhecidos, com espaço para atuação na elaboração de políticas públicas”, afirmou Botelho.

Também à frente desse objetivo, Rafael Oliveira, articulador junto à Secretaria Nacional da Juventude, explicou a importância do pleito. Destacou que os jovens representam 24% da população mato-grossense e que nas últimas eleições 1.405 jovens foram candidatos, sendo eleitos 68. “Essa secretaria representa a nossa autonomia. É preciso pensar na juventude agora”, disse.  

“Encaminhamos a indicação e defesa para o governador Mauro Mendes. Acho muito importante, pois vários estados e municípios já têm essa secretaria. Ela coloca os jovens dentro da política. O Papa Francisco quando veio ao Brasil disse que o jovem é a janela por onde o futuro entra na terra, entra na sociedade. Então, vamos usar essa janela para que possamos fazer a voz dos jovens ser ouvida, empoderá-los e garantir um futuro muito melhor. Podem contar com a nossa defesa!”, garantiu Botelho.    

À Sejuv caberá: promover a integração e manutenção na agenda de políticas públicas voltadas para a infância e juventude; garantir a implantação dos planos e demais instrumentos de planejamento voltados à promoção de políticas de fortalecimento da infância e da juventude; articular esforços junto às demais secretarias, órgãos, conselhos participativos, organizações da sociedade civil, iniciativa privada e demais instituições de esferas públicas de outros entes federados para a proteção da criança, adolescente e do fortalecimento da juventude; dentre outras ações.  

 

 

 

Ler 17 vezes