Quinta, 10 Junho 2021 05:00

“A imunização evita que doenças antes erradicadas retornem a circular”

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
“A imunização evita que doenças antes erradicadas retornem a circular” Foto por: Christiano Antonucci

Pediatra do MT Saúde alerta para risco de surtos de doenças que já são imunopreveníveis. A médica lembra que mesmo durante o período da pandemia é importante manter o calendário vacinal, inclusive o da gripe, para resguardar a população de surtos de outras doenças.

No último dia 09 foi celebrado o Dia Nacional da Imunização e a pediatra e patologista Natasha Slhessarenko, credenciada ao Mato Grosso Saúde pela Clínica Vida, destaca a importância do calendário de vacinação estar sempre atualizado, seja em crianças, adolescentes, adultos, gestantes e idosos.

A médica ressalta a importância do Programa Nacional de Imunizações (PNI), que distribui pelo país vacinas, soros e imunoglobulinas, protegendo contra mais de 20 doenças infecciosas, como tuberculose, hepatites A e B, poliomielite, difteria, tétano, coqueluche, meningite, pneumonia, diarreia, sarampo, rubéola, caxumba, febre amarela, varicela, gripe, dentre outras.

Muitas dessas doenças já estavam em vias de eliminação em nosso país, em destaque especial para o sarampo. O Brasil inclusive tinha o certificado, concedido pela OPAS (Organização Pan-Americana da Saúde), de país livre do sarampo, desde 2016. 

“Entretanto, dada a baixas coberturas vacinais nos últimos anos, dentre outros motivos, temos constatado um aumento no número de casos. Só ano passado (2020) foram mais de 8.000 diagnosticados no Brasil e perdemos o certificado”, comenta a médica.

A patologista explica que, quando se tem alta cobertura vacinal, grande parte da população produz anticorpos. Com isso, os vírus e bactérias causadoras de doenças passíveis de prevenção pelas vacinas não conseguem entrar e se multiplicar no organismo, os microorganismos morrem. O vírus deixa de circular entre a população e os casos da doença desaparecem.

Em situações de pandemia, como a da Covid-19, é fundamental que todos estejam com seu calendário de vacinação em dia, para evitar surtos de doenças que já são imunopreveníveis.

“A vacina da gripe está disponível e todos devem se vacinar para evitar que o vírus da gripe se espalhe e provoque casos desta doença, em meio a esta tão terrível e avassaladora pandemia. Vacinar é prevenção! É amor à sua saúde e à saúde de todos!”, finaliza a médica.

 

 

Ler 4 vezes