Sábado, 16 Outubro 2021 05:00

Um entusiasta na missão de disseminar a cultura musical

Um entusiasta na missão de disseminar a cultura musical Foto: Divulgação

Maestro Carlos Taubaté é responsável pela coordenação do Coral Municipal de Cuiabá que retoma atividades e abre inscrições.

As inscrições para participar da temporada 2021/2022 do Coral Municipal de Cuiabá vão até 22 de outubro.  No mesmo dia ocorre a audição na Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo das 14 às 18 horas. Conforme o maestro Carlos Taubaté, responsável pela coordenação do Coral, os ensaios iniciam a partir do dia 27 de outubro - às quartas e sextas-feiras - das 19h30 às 21h, no Museu da Imagem e do Som (Misc). “A única exigência para participar da audição é ser maior de 18 anos e ter alguma experiência em canto, seja coral ou solista”, observou o maestro.

O número de vagas é ilimitado. Depende da qualidade dos candidatos inscritos. “A expectativa é muito grande. Mantivemos durante a pandemia um grupo no WhatsApp para manter viva a chama . As pessoas estão felicíssimas em poder voltar a cantar e acredito que o público  também diante do retorno do encantamento dos espetáculos”, disse Taubaté.

Na sequência, a diversidade do repertório. O grupo vai explorar canções mato-grossenses e populares. As aulas vão seguir as medidas de biossegurança em decorrência da pandemia de Covid-19. Segundo o maestro, com ênfase na música regional. “Acho que é legítimo valorizar a cultural local”.

De acordo com maestro Taubaté, um dos trunfos da nossa metodologia de trabalho não é apenas desenvolver repertório. “Eu procuro fazer sempre uma contextualização de todo entorno, histórico, estético,  cruzamento com outras artes, uma interpretação, uma análise do poema propriamente”, frisou.

O maestro Carlos Taubaté está à frente do coral aproximadamente há seis anos. “Já o coral existe a 30 e poucos anos, porém inativo por um longo período. Foi realmente um recomeço e o crescimento notório”.

O maestro acredita que o progresso do canto passa antes pelo desenvolvimento auditivo. “Para aprender a cantar é preciso antes aprender a ouvir. Nossa ação é nessa linha que faz com que os cantores desenvolvam melhor e mais rapidamente o canto, mas que passem também a ter autonomia e que não fiquem completamente dependentes do regente. Isso é algo muito interessante na performance musical”, conclui o regente.

Mais informações pelo telefone (65) 98426 2252. 

 

 

 

Ler 165 vezes