Variedades

Variedades (26)

Quarta, 31 Março 2021 05:00

“Barão Terra Querida”

Escrito por

Com 15 anos de história, a tradicional banda de lambadão de Barão de Melgaço, Renovação Banda Show, gravou o seu primeiro videoclipe. O projeto foi contemplado no Edital MT Nascentes, realizado pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT). O vídeo é uma homenagem a cidade e foi lançado no dia 13 de março, no Youtube e redes sociais da banda.

A pacata cidade que nasceu às margens do Rio Cuiabá e que acolheu a banda, completou 67 anos de emancipação política no dia 13 de março. “Por meio desse projeto, queremos imortalizar e divulgar para o ‘mundo’ a nossa Barão Melgaço e fazer com que essa bela canção se torne o Hino da Cidade”, ressalta o proponente do projeto José Manoel de Siqueira.

Barão de Melgaço (a 140 km de Cuiabá) preserva em seu centro histórico, casas de arquitetura colonial do século XIX e as famosas trincheiras erguidas com pedras no Morro Chacororé, durante a Guerra do Paraguai. Além da história, é rica em belezas naturais. Cerca de 98% de seu território é Pantanal, com destaque para as baías de Siá Mariana e Chacororé.

A banda nasceu em 2006 e fez parte dos principais festejos do município. “A Renovação Banda Show nasceu nesta cidade que amamos. Barão acolheu nossas músicas, nos viu nascer e crescer. Um público que conquistamos nas festas de santo tradicionais em nossa cidade, e assim fomos reconhecidos”, destaca Siqueira.

O videoclipe com título “Barão Terra Querida” foi gravado nos dias 20 e 21 de janeiro deste ano e contou com a participação dos músicos e bailarinos da banda.

 

 

Os motivos de o bacalhau ser o prato da Semana Santa, na verdade, são mais comerciais que gastronômicos. No século XVI, o Vaticano, que era proprietário de uma grande frota bacalhoeira, viu seus armazéns lotados da iguaria porque a procura declinava. Para movimentar as vendas, decidiu proibir o consumo de carne vermelha durante a Semana Santa e incentivar a comercialização do bacalhau.

Nem precisamos entrar no mérito de como a ideia deu certo e se perpetua até hoje. Além de delicioso, é um alimento saudável, rico em sais minerais, vitaminas e proteínas, e contém baixíssimos teores de colesterol e gordura. Por aqui, é a iguaria predileta na mesa dos brasileiros na semana da Páscoa.

O que poucos sabem é que o segredo para um prato ainda mais saboroso é a escolha do azeite de oliva extravirgem. Por isso, a Porto a Porto selecionou cinco produtos que irão acompanhar à perfeição pratos com bacalhau, seja na preparação ou na finalização. Todos são trazidos ao Brasil pelas importadoras Porto a Porto e Casa Flora.

O italiano Azeite de Oliva Extravirgem Paganini é perfeito para a elaboração de inúmeros pratos e tem um bico de peneira para auxiliar na medida. É uma opção fresca e aromática, com acidez de 0,5% que vai conferir o sabor ideal no preparo do bacalhau, tanto em lombo quanto desfiado.

O azeite Grezzo Naturale Paganini, também da Itália, é elaborado com técnicas que remetem aos processos de produção antigos, fruto da primeira prensagem das melhores azeitonas. Ele não é filtrado, então possui tonalidade verde oliva intensa com aspecto turvo. Tem um sabor marcante e uma pequena e agradável picância no final, excelente para a finalização de pratos à base de posta de bacalhau.

O português Azeite de Oliva Extravirgem Monsaraz é delicado e de qualidade superior. Com aroma suave e fresco de amêndoas, e coloração amarelo dourado, ele é ideal para ser utilizado em saladas, peixes grelhados e na elaboração de pratos à base de bacalhau desfiado.

Produzido em Estremoz, sudeste de Portugal, o azeite Oliveira Ramos Premium Extravirgem é muito elegante e delicado. Possui aromas intensos de azeitonas verdes, notas de maçã, frutos secos e folhas de oliveira. A acidez máxima é de 0,2%. Uma escolha saborosa e sofisticada para finalizar pratos à base de lombo de bacalhau.

Da Espanha, a sugestão é o azeite Marqués de Tomares, elaborado com azeitonas Arbequina de oliveiras centenárias. De produção artesanal e extremamente limitada, apresenta a baixíssima acidez de 0,12%. Um espetáculo para a finalização dos pratos típicos da época. (Divulgação: LS8 Consultoria)

 

O carnaval deste ano será diferente, sem blocos nas ruas e sem aglomerações, para evitar contágio pelo novo coronavírus, mas, para a data não passar em branco, a organização não governamental (ONG) Favela Mundo produziu vídeos que resgatam o clima e a cultura da festa brasileira, com músicas, danças e alegria, voltados para crianças e adolescentes de todas as idades. O objetivo é estimular o carnaval em casa, para a criançada curtir a folia.

Os vídeos incluem desde a contação de histórias de duas das personagens mais populares da festa, o Pierrô e a Colombina, até aulas que ensinam os ritmos e manifestações tradicionais de várias partes do Brasil, como o frevo, afoxé e o samba.

Os vídeos especiais de carnaval vão ao ar nas redes sociais da ONG Instagram.com/favela.mundoFacebook e no YouTube, às terças e quintas-feiras, às 10h, até o próximo dia 18.

Em entrevista à Agência Brasil, o fundador da Favela Mundo, Marcelo Andriotti, informou que as famílias poderão assistir aos vídeos também em outros horários à sua escolha, nos canais da ONG na internet. Ao todos, são cinco vídeos.

Dentro de casa

Superfolião, Marcelo Andriotti considera o carnaval uma das mais importantes festas populares do país. “Além de toda alegria e de toda a folia que o carnaval proporciona, ele é fonte de congraçamento no Rio de Janeiro e em todo o país. A forma que a gente encontrou de brincar o carnaval é para que a festa seja comemorada e aproveitada da maneira possível neste momento de pandemia, que é dentro de casa”, afirmou Andriotti.

A ideia é brincar, mas protegendo o amigo, o vizinho, a população em si, reforçou o fundador da ONG Favela Mundo. “O carnaval deste ano pode ser comemorado, mas da maneira que a gente pode fazer, de uma forma saudável e sem colocar ninguém em risco.”

O projeto Favela Mundo tem patrocínio da prefeitura e da Secretaria Municipal de Cultura do Rio, além de entidades como Lamsa, ICTSIRIO e MetrôRio, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura (Lei do ISS), e é apoiado pelo Instituto Invepar.

Fundada em setembro de 2010, a Favela Mundo passou por 12 comunidades e beneficiou 6.129 crianças e adolescentes. A ONG tem em seu currículo o reconhecimento de Modelo de Inclusão Social nas Grandes Cidades, concedido pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2014, no World Cities Day, em Nova York, e já representou o Brasil em eventos nos Estados Unidos, no Canadá, México, em Cuba e no Marrocos.

 

Há 49 anos em Cuiabá-MT, a artesã Bárbara Helayne Soardis Turi Marques, 50, é natural de Maringá (PR). “Cuiabana de coração”, ressalta a bacharel em Direito. Recentemente, ao ser exonerada de um cargo público, decidiu não mais desperdiçar seu dom: criar os colares e peças de confecção. A arte dos colares conceituais feitos à mão. Confira a íntegra da entrevista!

Blog da Condessa - Desde quando você é artesã? Como tudo começou?

Bárbara Marques - Desde minha infância. Aos nove anos fazia bonecos de MDF. Eu cortava, pintava, decorava e vendia em uma feira próxima à casa de meus pais. Também bordava. Aprendi a pintar e desenhar. Mas o que sempre me fascinava era fazer roupas para minhas bonecas. Minha mãe era quem costurava nossas roupas e eu amava quando ia com ela nas lojas de tecidos. Considerava o paraíso! Aos 17 anos ganhei minha máquina de costura, que me companha até hoje. Já trabalhei em diversos segmentos no decorrer de minha vida e recentemente ao ser exonerada de um cargo público, decidi, naquele dia, que jamais trabalharia sem amar o que faço. E eu sabia bem o que fazia meus olhos brilharem. Uns dois meses antes deste fato, eu peguei uma calça jeans de minha filha, que seria inutilizada, e desta peça, resolvi fazer um colar. Ao ir a um salão com meu mais novo colar, três mulheres me pararam perguntando onde eu tinha comprado aquele colar tão lindo. Naquele instante percebi que meu dom não podia ser desperdiçado e tive a certeza do que queria para minha vida.

Blog da Condessa - O que suas peças retratam?

Bárbara Marques - Sem sombra de dúvida a resposta é: o empoderamento da mulher. Quando comecei a criar os colares e as peças de confecção, resolvi nomear cada peça de acessório com nomes de Deusas, assim cada peça passa a ser única e autêntica, assim como as mulheres que a usam. Na linha de confecção o nosso único nicho são os tecidos de malha, que proporcionam estilo e conforto. Nós trabalhamos com confecção própria, o que nos permite criar uma peça exclusiva e adequada à numeração de nossa cliente. Ademais, as sobras dos tecidos são reutilizadas nas produções dos colares, visando o reaproveitamento, que desde o início é o foco do projeto.

Blog da Condessa - Comente sobre o material usado. São peças exclusivas?

Bárbara Marques - Atualmente, eu mesma produzo os colares e as peças de vestuário. As roupas são todas em malha viscolycra e o objetivo desta escolha é levar para as mulheres peças que vestem todo tipo de corpo. Acredito que a moda não pode, de forma alguma, ser excludente. Já as sobras servem para a confecção dos colares, que são elaborados com fios de malha, sobras de tecidos, e adereços como pérolas, strass, entre outros. Eu sempre digo que o artesão coloca na peça que cria sua energia. Quando crio uma peça encomendada por alguma mulher, aquela será única e exclusiva para ela. Poderá haver outra parecida, igual jamais. Esta é a magia de se produzir algo com as mãos.

Blog da Condessa - Quando alguém usa sua arte, espera profundamente que ela se sinta tocada?

Bárbara Marques - Sim, com certeza. A moda é empoderadora e dá força às mulheres, refletindo a evolução do mundo, seja por uma cor, uma estampa, pela sua forma, quebrando padrões antigos e a desconstrução da silhueta. A moda está aí para fortalecer a figura feminina, seja você gorda, magra, alta, baixa. O empoderamento feminino veio para libertar. Meu mais profundo desejo é que uma mulher quando se vestir de look ou usar um acessório da @estilobarbaramarques, que ela demonstre suas atitudes, valores e personalidade.  

Blog da Condessa - Como está o mercado neste período de quarentena?

Bárbara Marques - O início do projeto se deu exatamente no período da quarentena. Diante de um cenário tão desolador, busquei me conectar com meu interior, passei a readequar minha rotina e a resgatar práticas cotidianas que já havia deixado de lado. Voltei a praticar yoga e criei meu ateliê. Em meio ao confinamento, descobri minha libertação. O mercado hoje é mutante e o poder atual das mídias sociais é preponderante em qualquer negócio. Foi perceptível isso no período de quarentena. Nossa marca atualmente utiliza 100% do comércio digital e todas nossas vendas são feitas por ele.

Blog da Condessa - Quem inspirou você?

Bárbara Marques - Ahhh...eu sou uma apaixonada pelas mulheres guerreiras e autênticas. São tantas as minhas musas inspiradoras, principalmente aquelas que de alguma forma marcaram seu tempo e se expressaram sem ter a vergonha ou temer serem aceitas ou não pela sociedade de sua época. Foi assim com Coco Chanel, Carmem Miranda, Rita Lee, a fantástica Iris Apfel, a nonagenária mais autêntica de Nova York. Ser autêntica e se amar, este é o segredo. E tantas outras mulheres de meu cotidiano que me inspiram. Eu seria muito injusta citar um só nome.

Blog da Condessa - Daí você tira a sua renda e da família?

Bárbara Marques - Sou casada e meu marido também trabalha. Mas boa parte da minha renda familiar vem do que faço atualmente.

Blog da Condessa -O que mais vende?

Bárbara Marques - Não existe uma peça que mais vende. Todos os modelos escolhidos acabam por atingir seu público referido, seja ele um colar mais longo, ou mais curto, cheio de pedrarias ou mais simples. Uma roupa colorida e mais ampla, ou outra monocromática para as mais discretas. Enfim, cada mulher tem sua singularidade e eu procuro abraçar todas com minha arte.

Blog da Condessa - Quanto tempo para confeccionar uma peça?

Bárbara Marques - Em média, os colares demandam cerca de 3 ou 4 horas, dependendo do modelo e da complexidade da peça. Na criação de uma peça de roupa, primeiramente fazemos a análise do modelo. Na sequência,  é elaborado o desenho de um croqui e efetuamos uma peça piloto. Somente após a aprovação desta peça piloto e os ajustes necessários é que iniciamos a sua produção. Este processo dura em média uns dois dias.

Blog da Condessa - Criação de peça exige criatividade e delicadeza?

Bárbara Marques - Com certeza sim. Toda arte exige a paixão do artista. E nas peças eu procuro colocar minha criatividade, minha total paixão por aquilo que amo, muito amor e delicadeza na confecção. Cada peça desenhada retrata um pouco da pessoa que irá usá-la.

Blog da Condessa - Referência de outros artistas no seu trabalho?

Bárbara Marques - Sim, várias designers são minhas referências e meu trabalho teve início na admiração delas. Posso citar a designer Flávia Amadeu, de Brasília, atualmente residente em Londres, que desenvolve seus acessórios feitos 100% com borracha selvagem da floresta Amazônica, produzida por comunidades de seringueiros de maneira responsável, empoderando os trabalhadores da região. Outra designer fabulosa é Mana Bernardes. Suas peças de design contemporâneo produzidas manualmente por artesãos treinados por ela, através do comércio justo e com reaproveitamento de materiais do dia a dia, como garrafas PET, grampos de cabelo, sementes, retalhos, conchas partidas, sobras industriais e até bolas de gude. E tantas outras mulheres, Brasil afora, que utilizam do empreendedorismo não só como fonte de renda, mas também fonte de amor, de cura e de inspiração.

Blog da Condessa – Dedicar-se à arte faz você feliz? Por quê?

Bárbara Marques - Me dedicar a minha arte sempre será minha maior realização e minha libertação. Sempre que falo sobre minha arte, costumo dizer que o que faço coloca brilho nos meus olhos. Ver uma mulher usando um colar ou uma peça de roupa e me mandando uma foto sorrindo com elas, essa felicidade é minha maior recompensa.

Blog da Condessa - Como adquirir suas peças?

Bárbara Marques - Atualmente as peças são divulgadas em nosso Instagram @estilobarbaramarques e lá possui um link direcionando ao nosso e-commerce. Também atendemos pelo nosso Whatsapp (65) 992896003.

 

Quarta, 06 Janeiro 2021 05:00

Refresque-se com vinho

Escrito por

Aposte em espumantes e vinhos brancos bem geladinhos que podem ser degustados sozinhos ou acompanhando refeições.
Nada melhor que um vinho para refrescar as temperaturas do verão brasileiro, não é mesmo? Seja com ou sem companhia, na piscina ou no quintal de casa, o importante é aproveitar os dias de calor.
Pensando nisso, a Porto a Porto fez uma seleção de espumantes e vinhos brancos que são uma delícia, bem geladinhos e podem ser degustados sozinhos ou acompanhando refeições. Confira!
Todos os vinhos são trazidos ao Brasil pelas importadoras Porto a Porto e Casa Flora.
A primeira dica é o espumante Cava Don Román Brut. Fresco e equilibrado, ótimo para acompanhar aperitivos e pratos à base de peixes. Elaborado pelo método tradicional, o mesmo de champanhe (segunda fermentação na garrafa), é fresco e vivaz, excelente acompanhante para os dias abafados.
Um clássico de Portugal é o Santola DOC Vinho Verde, leve, de aroma frutado intenso e bom frescor. Muito fácil de beber, perfeito para acompanhar aperitivos.
O Terras del Rey branco é um vinho seco e jovem, que acompanha muito bem mariscos, por exemplo. Possui aroma de frutas secas e é uma delícia de se degustar bem geladinho.
Ideal para acompanhar carnes magras, o Monastério de San Prudêncio branco é leve, seco e com boa acidez em boca. Apresenta aroma de frutas frescas como maçã.
Se você prefere um rótulo frutado, o Chan de Rosas Albariño Clásico é a escolha certa. Esse espanhol passa por um processo de contato com as borras que confere maior complexidade de aromas e sabores, o que o torna uma excelente opção.
O Alvarinho Vinho Verde, do produtor João Portugal Ramos, é um vinho intenso, cítrico e com notas florais. Esse rótulo elegante e envolvente recebeu 90 pontos do crítico Robert Parker. Ótima opção para quem quer harmonizar com frutos do mar.
Para fechar as dicas, o português Tons de Duorum branco. Cítrico, tropical e com notas florais, esse rótulo é a cara do verão brasileiro. Possui ótima acidez e final fresco e persistente, e harmoniza perfeitamente com entradas e saladas. (Divulgação: LS8 Consultoria)

O mundo na palma da mão. Para quem ama séries, documentários, filmes de ficção e não ficção, HQs animados, videoclipes, tournées musicais, a web é uma grande aliada via transmissão de dados por streaming. Você não precisa fazer download dos títulos para assistir, e pode ver na hora que desejar, desde que tenha uma boa conexão.  E o Brasil é um dos países que mais usa esse recurso.  De acordo com um levantamento divulgado pelo AppAnie, em 2019, o país ocupa o 6º lugar entre os maiores usuários da plataforma Netflix, por exemplo.

Com os avanços da velocidade de dados, surgem mais opções de empresas disponibilizando serviços por streaming para assistir a filmes. Então, vamos a eles, alguns deles foram lançados em 2020. Além disso, variar de plataforma pode ser uma boa, quando você não encontra o título que tanto gostaria de ver ou rever, pois outra característica dessas plataformas é que elas eventualmente mudam sua grade, seja atualizando com novas obras, seja retirando do cardápio. Então, prepare seu dispositivo preferido - notebook, o smartphone, a TV, a Xbox ou o tablet -, e curta a telinha.

MUBI

Para fãs do cinema cult, sem anúncios, com uma seleção de filmes premiados. Pode-se fazer download ou apenas assistir sem baixar. O serviço é por assinatura, sendo que há um período de degustação gratuito por 30 dias.

https://mubi.com/

BELAS ARTES À LA CARTE

Lançado na pandemia, traz títulos até raros de se ver na web por assinatura, e dá para alugar individualmente. De acordo com o site, o Belas Artes dispõe dos melhores filmes com a melhor curadoria de cinema de SP. Para quem já teve a oportunidade de conhecer a programação do Belas Artes in loco na capital paulista, a casa é famosa por trazer filmes de excelência, bem como de crítica e público que ama a sétima arte.

https://www.belasartesalacarte.com.br/

FILME FILME

De acordo com o site: trata-se de uma plataforma de streaming para quem gosta de cinema de verdade. Para pessoas que querem do cinema uma experiência que vai além do entretenimento e olham para o cinema como arte. Para quem esperam de cada filme a sensação de terem sido movidas para um lugar melhor.

https://filmefilme.com.br/

 SPCINE PLAY

A Spcine Play é a única plataforma pública de streaming do Brasil. A curadoria exibe filmes das principais mostras e festivais de cinema de São Paulo. A Spcine Play também exibe conteúdos exclusivos da programação cultural da cidade de São Paulo, com festivais temáticos de outros países. São shows, espetáculos e performances para assistir sem sair de casa. Por lá, ainda dá para encontrar raridades de cineastas clássicos do cinema Brasileiro, como Hector Babenco, Zé do Caixão e Suzana Amaral.

www.spcineplay.com.br

CINE ANTIQUA - FILMES CLÁSSICOS

Dentro do YouTube, há uma área dedicada a filmes clássicos, daqueles bem antigos, incluindo os mudos. O Cine Antiqua categoriza seus títulos por Red, Gold, Purple, Black. Basta clicar em “canais”.

https://www.youtube.com/channel/UC7wpTuQLxFnw5K4-CshHquA/channels

TELECINE

Conhecido por fazer parte da grade da NET Claro, ele disponibiliza mais de 2000 títulos. E o assinante pode fazer uma degustação por até 30 dias sem pagar, além de cancelar a qualquer hora. Tem bastante lançamento todas as semanas. E o usuário não precisa ser assinante da NET Claro.

https://www.telecineplay.com.br/

 VOTE LGBT

Galeria de filmes brasileiros de temática LGBT+ que dá para assistir no celular. Focada em curtas-metragens, a galeria tem filmes para todas as letras da sigla. Todos foram dirigidos por cineastas LGBT+ brasileiros e/ou da comunidade. Parte deles já estava disponível em plataformas como YouTube e Vimeo; outra parte foi especialmente disponibilizada para ficarem juntas. Para assistir, clicar na editoria

https://votelgbt.org/flix

AMAZON PRIME VÍDEO

Para assistir a filmes e séries populares, incluindo Amazon Originals premiados. O Amazon Prime também inclui a entrega grátis de milhares de itens elegíveis, mais de 2 milhões de músicas sem anúncios, de acordo com o site. Após 30 dias, o Amazon Prime é renovado automaticamente mediante pagamento em real e o usuário pode cancelar quando quiser. Dentro da plataforma há canais específicos, como Starzplay, Looke, Paramount+, MGM, Noggin. (Fonte: onnedigital)

https://www.primevideo.com/ref=atv_nb_logo

 

 

Terça, 22 Dezembro 2020 05:00

“Telefone mudo”

Escrito por

A música mais tocada em shows nos últimos 10 anos no Centro-Oeste. Ecad fez levantamento especial para apontar as canções que se destacaram nessa região do país.

A região Centro-Oeste é a segunda maior do país em extensão territorial e conta com os estados de Goiás (GO), Mato Grosso (MT) e Mato Grosso do Sul (MS), além do Distrito Federal. O Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição) fez um estudo sobre as músicas mais tocadas em shows nos últimos 10 anos na região e o levantamento especial apontou que o sertanejo é um gênero musical que se destaca nesses estados.

Na liderança“Telefone mudo”, de autoria de Franco e Peão Carreiro, uma das músicas marcantes do Trio Parada Dura e que faz sucesso até hoje no cenário sertanejo. 

No top 3 do ranking também marcaram presença a sertaneja “Boate azul”, de Tomaz e Benedito Seviero, e o famoso axé “Praieiro”, canção de autoria de Manno Góes.

Ranking das músicas mais tocadas no segmento de Shows nos últimos 10 anos na Região Centro-Oeste:

 

Música

Autores

1

Telefone mudo

Franco/Peão Carreiro

2

Boate azul

Tomaz/Benedito Seviero

3

Praieiro

Manno Góes

4

Ai se eu te pego

Sharon/Antônio Dyggs/Amanda Cruz/Aline Medeiros da Fonseca/Karine Vinagre/Duda

5

Sinal disfarçado

Raynner Sousa/Bigair Dy Jaime

6

Balada

Cassio Sampaio

7

Zoar e beber

Marquinhos Maraial/Luizinho Lino

8

Não tô valendo nada

Henrique Tavares/Juliano

9

Não quero dinheiro

Tim Maia

10

Fugidinha

Rodriguinho/Thiaguinho

11

Evidências

José Augusto/Paulo Sergio Valle

12

Ainda ontem chorei de saudade

Moacyr Franco

13

Jeito carinhoso

Alle Barbosa

14

Sou foda (sou brabo)

Vitinho Avassalador

15

60 dias apaixonado

Darci Rossi/Constantino Mendes

16

Amor de primavera

César Augusto/Paulino

17

Lê lê lê

Adrianno/Raynner Sousa/Barony

18

Saudade de minha terra

Goia/Belmonte

19

Maus bocados

Gerson Gabriel/Rafael/Bruno Varajão

20

Gatinha assanhada

Gabriel Valim/Vika Jugulina/Edward Maya/Alex Ferrari

 

Uma animada roda de samba acompanhada de uma cerveja de qualidade e gelada são combinações que atraem e agradam cuiabanos de diferentes gerações. A boa notícia é que em breve Cuiabá contará com a primeira Casa de Samba no Brasil com conceito da holandesa Amstel e Heineken, bem aceitas na capital de Mato Grosso. 

A iniciativa é uma parceria entre os três sócios e amigos da Maluti Boteco & Bistrô, Luciano Gonzaga, Tiago Sampaio e Leilson Ventura e oferecerá ao público uma nova experiência aos apaixonados pelo pagode e samba 100% tradicionais, além de uma saborosa comida de boteco para harmonizar com as bebidas parceiras do espaço, reconhecidas internacionalmente por suas tradições e qualidades.
De acordo com o sócio proprietário e produtor musical Tiago Sampaio, o negócio, que está no mercado desde 2015, retorna agora após uma pausa por conta da pandemia e aposta nesse projeto com as cervejarias diferenciadas, somando ainda ambientação típica e acolhedora, característica de um bom pagode. “Só para ter uma ideia, os bistrôs são estrategicamente posicionados de forma que todos se sintam acolhidos, garantindo aos boêmios a verdadeira atmosfera de uma tradicional roda de samba, com energia contagiante e muita gente bonita”, adianta Sampaio.
Na playlist, o intuito é enaltecer a raiz brasileira e manter a história viva do chorinho e do samba, com a valorização dos artistas locais, atendendo à alta exigência da cuiabania, que é apaixonada por uma balada de qualidade e um bom samba e pagode. "O resultado disso será um lugar com uma identidade única no país, para encontrar e fazer novas amizades, num ambiente lindo, com atendimento de qualidade e acima de tudo com preço justo, um espaço aconchegante com gente bonita, cerveja boa, idealizado para proporcionar a melhor experiência aos nossos clientes e amigos", explica Luciano Gonzaga, produtor musical e também sócio-proprietário.
O cardápio é outro grande diferencial da casa. “A seleção do nosso cardápio com porções de boteco foi estrategicamente pensada para todos os gostos, marcadas pelos costumes e sabores brasileiros”, destaca o terceiro sócio proprietário, Leilson Ventura. Ainda de acordo com ele, mais de 35 empregos diretos serão gerados pela empresa.
As rodas de sambas ocorrerão sempre aos domingos, a partir das 16h. A data da reinauguração será divulgada nos próximos dias na página oficial da Maluti Boteco & Bistrô instagram: @malutibotecobistro

Domingo, 29 Novembro 2020 05:00

Um panorama do espumante brasileiro

Escrito por

Enólogos passam a contar com Banco de Dados de Espumantes.

‘Todo vinho tem marca. A marca da dedicação de um enólogo’. Esta é a bandeira da Associação Brasileira de Enologia (ABE), que desde 1976 não mede esforços para garantir aos seus associados ferramentas capazes de ampliar o conhecimento técnico em cada etapa do processo de elaboração de vinhos e espumantes. Levando em consideração que o espumante é a bebida que abriu as portas do Brasil para o mundo, a entidade aproveitou o 11º Concurso do Espumante Brasileiro, realizado em outubro do ano passado, para estartar um projeto ousado e único no mundo, com dados gerais do produto. É o Banco de Dados do Espumante Brasileiro, lançado dia 26 de novembro durante uma live restrita aos enólogos que fazem parte do quadro social da ABE.
O projeto tem como objetivo central propiciar o acesso de informações técnicas em torno da bebida. O estudo levou em conta mais de 250 amostras em diversas categorias como Brut, Extra Brut, Nature, Rosé Brut e Moscatel, todas inscritas no concurso. As informações de marca comercial e da empresa que elaborou os espumantes são estritamente confidenciais, e os enólogos terão acesso só aos dados analíticos e outros parâmetros solicitados por ocasião da inscrição das amostras. Isso porque o objetivo é gerar um panorama do espumante brasileiro para que os profissionais possam conhecer ainda mais esta bebida que conquistou o mundo. Por meio de gráficos e análises estatísticas simples pode-se obter uma radiografia do espumante brasileiro apresentadas no 11º Concurso do Espumante Brasileiro.
Para tirar o projeto do papel foi necessário buscar um parceiro técnico capaz de dar todo suporte necessário para analisar as informações. O Laboratório Lavin, com expertise no ramo por meio de tecnologia de ponta e uma equipe de especialistas de diferentes competências e qualificações, é o partner da ABE no processo. Acreditado pelo Inmetro e reconhecido pela Rede Metrológica para ensaios da ABNT, o Lavin foi decisivo para concretizar o projeto. O Banco de Dados reúne informações do espumante brasileiro como acidez total, pH, pressão, álcool, açúcares redutores, tempo em tanque, tempo em garrafa, entre outros.
“Este é mais um serviço que a ABE disponibiliza aos enólogos associados. Apostamos nesta iniciativa porque temos certeza de que o vinho brasileiro vive um momento histórico que é reflexo de todos os investimentos feitos até hoje pela indústria nacional, desde o vinhedo até o mercado. E o enólogo, protagonista desse processo, é parte fundamental para garantir a continuidade da evolução do setor”, destaca o presidente da ABE, enólogo Daniel Salvador. (Divulgação: Conceito Com)

Com total respeito ao cliente e cuidado redobrado, acontece de 10 a 19 de setembro a 4ª edição da Temporada Gourmet, um evento gastronômico promovido pelo Shopping Estação Cuiabá para apresentar aos frequentadores as diversas alternativas de pratos, com menus promocionais a preços fixos e especiais nos restaurantes, Praça de Alimentação, Cafeterias, Docerias e Taste Lab.

Os valores por categoria variam de R$9,90 nas docerias e cafés, R$19,90 na praça de alimentação, R$29,90 no Taste Lab e R$49,90 nos restaurantes participantes.

Segundo o gerente de marketing, Rodrigo Souza, o objetivo do evento é promover experiências diferenciadas nas mais de 40 operações do segmento de alimentação do empreendimento, tomando todas as medidas necessárias para preservar a saúde dos clientes e colaboradores. "Redobrando os cuidados para evitar a propagação do vírus e garantir o bem-estar de todos, os restaurantes estarão oferecendo menus a preços superespeciais. Várias operações de alimentação participam da campanha com descontos promocionais", declara.

Diversas rotinas foram implantadas no Shopping Estação Cuiabá, seguindo rigorosamente as normas de biossegurança do decreto municipal. Entre elas estão a instalação de novos pontos com álcool em gel nos corredores, uso de máscara por todos os colaboradores, aferição de temperatura corporal em todos os acessos, elevadores com capacidade reduzida em 50% e devidamente sinalizados em relação ao distanciamento mínimo, redução do número de vagas no estacionamento, entre outras.

Com três áreas distintas voltadas para os amantes da boa cozinha, o Shopping Estação Cuiabá é considerado o maior polo gastronômico de Mato Grosso, com praça de alimentação, alameda gastronômica e o Taste Lab, um coletivo gourmet com espaço de convivência e experiência, reunindo o melhor da gastronomia local em um só lugar.

Serviço:

O que: 4ª Temporada Gourmet do Shopping Estação Cuiabá

Quando: 10 a 19 de setembro

Onde: Shopping Estação Cuiabá - Av. Miguel Sutil, 9300 - Santa Rosa, Cuiabá - MT

 

Página 1 de 2